Entrevista com a Imprensa e a Etiqueta Social

Quarta-Feira, 03 de Agosto de 2011
Entrevista com a Imprensa e a Etiqueta Social

Sempre que os meios de comunicação tiverem interesse em contatar, esclarecer ou divulgar fatos relacionados a uma gestão, empresa, organização, corporação ou instituição, antecipadamente, para evitar distorções, recomendam-se as seguintes ações:

• Assessor de comunicação ou RP, faz entrevista prévia para definir pauta;

• As perguntas deverão ser feitas de acordo com a pauta;

• As respostas e informações, mesmo quando tenham teor delicado,
deverão ser verdadeiras, sensatas e adequadas técnica e institucionalmente;

• A entrevista deve ser gravada por ambas as partes para se evitar ou se prevenir quanto a versões distorcidas, desentendimentos de leitura ou interpretação. É a famosa questão: a versão do fato não pode ser mais importante ou diferente do que o próprio fato.

• Entrevistas exigem preparo técnico e atenção para com: o conteúdo, a linguagem e a imagem ( apresentação pessoal ), pois gravações ao vivo constituem um documento assinado inquestionável e permanente;

• Na entrevista, a postura deve ser comedida. A empolgação ou passionalização prejudicam, normalmente, a qualidade do conteúdo;

• Devem ser descartadas posturas de autopromoção. Há necessidade de evitar exposição de egos, melindres, opiniões subjetivas, exposição de pessoas e opiniões políticas. Principalmente, deve ser lembrado, que a função pública é incompatível com o papel de celebridade.

Quanto às ações e práticas:

• Receber os meios de comunicação sempre, sem priorizar este ou aquele jornal, rádio ou televisão;

• Receber sempre com cortesia, educação e respeito;

• Ter ou dispor de uma sala ou auditório próprios para esses contatos, preferencialmente com púlpitos e microfones, utilizando como parede de fundo o logotipo institucional, organizacional ou empresarial;

• Tratar os profissionais da imprensa com toda educação e respeito, procurando vê-los como verdadeiros profissionais, que de maneira correta e justa, têm como objetivo informar a população. Ao recebe-los em sua organização, deve-se convidá-los para entrar, sentar e oferecer água ou café enquanto aguardam o atendimento;

• Mesmo quando o teor (conteúdo) seja incomodativo ou delicado, a resposta deverá ser ponderada e gentil. Irritação ou deseducação geram conflitos e rompimentos que eliminam acordos ou entendimentos;

Assunto: Atitudes e Comportamentos

Voltar
Etiqueta Social - Pronta para usar

JOSUÉ INDICA: