Etiqueta Social em Ônibus e Aviões

Quarta-Feira, 03 de Agosto de 2011
Etiqueta Social em Ônibus e Aviões

Pode parecer desnecessário ou até engraçado pensar e falar sobre comportamentos corretos, inclusive em viagens em que se utiliza ônibus ou aviões. Mas, todos sabem que em todos os lugares e momentos, as pessoas devem proceder e agir adequadamente, ou seja: respeitando e sendo respeitado.

Erros simples e que podem ser evitados, acontecem com mais frequência do que se imagina. Vamos listar?

- Deve-se estar nos locais de embarque com a devida antecedência, evitando-se a chegada de última hora e atropelando-se quem está à frente, porque a partida do seu meio de transporte já está quase acontecendo. Na verdade, ninguém tem nada com isso quando alguém perde a hora porque saiu atrasado de casa ou porque o trânsito estava engarrafado. Pessoas sensatas e educadas, são prevenidas e saem de casa com antecedência e folga de horário.

Nada justifica empurrar alguém ou furar a ordem da fila de checagem ou de embarque.

- Não se olha para as pessoas analisando e avaliando a sua aparência, ou julgando como aquela pessoa “daquele tipo”, pode estar na mesma viagem fantástica que alguém irá fazer. Parece inacreditável, mas muitas pessoas agem dessa forma. Inclusive, há pessoas com elevado grau social e escolar que olham com desdém para os passageiros que aparentam um perfil social ou financeiro menor que o seu. Parece absurdo, mas acontece!

- O avião ou o ônibus partem com todos os passageiros no mesmo momento. Então, não há porque alguém encostar, apertar ou empurrar os outros, ou ainda, ficar esbaforido, com os olhos arregalados, espumar pela boca ou ficar ofegante, porque quer chegar mais rápido a sua poltrona.

- O bagageiro localizado exatamente na linha de cada poltrona é aquele reservado para quem estiver sentado naquele lugar. Assim, não se leva como bagagem de mão, mais do que o volume adequado para a ocupação restrita de cada espaço. Utilizar espaço dos outros é grosseria e é gafe!

- Para lanchar ou fazer leitura, não se erguem os braços ou cotovelos sobre os passageiros sentados ao lado. Pernas, braços e o corpo todo devem ocupar apenas o espaço destinado para cada indivíduo.

- A lâmpada individual é para cada pessoa. Nada de pedir licença para usar a do vizinho. Também, não se mantêm essas lâmpadas acesas em horários tardios, quando os viajantes querem descansar ou tentar dormir.

- Não se abusa dos serviços de apoio das aeromoças, pois além de cumprir várias tarefas elas, ainda, têm que atender a todos os passageiros. Exagerar nesse quesito constrange, atrapalha, incomoda e prejudica o atendimento aos demais passageiros. Aliás, a provável simpatia e gentileza com que se é tratado pelos tripulantes ou pelas pessoas que prestam serviços em viagem, não significa interesse pessoal e, sim, puro profissionalismo. Então, ninguém deve se empolgar por ter recebido a atenção ou um sorriso gentil de alguém que cumpre o seu papel profissional.

- Observa-se e certifica-se com precisão a forma de abrir e fechar a porta dos toaletes antes de usá-los, evitando-se socar a porta por ter ficado preso ou, com a porta destrancada, acabar levando uma portada no rosto.

- Ao se aproximar do término da viagem é de péssimo gosto ficar em pé e, pior ainda, ocupar os corredores ou se jogar por cima dos passageiros sentados, no afã de pegar as suas bagagens, antes mesmo que as manobras finais do meio de transporte estejam concluídas. Quem escolhe a poltrona junto à janela, deve ter o bom senso e a educação de aguardar quem está sentado junto ao corredor se levantar, para depois pegar seus pertences e se retirar. É impressionante a falta de inteligência e gentileza com que quase todos os passageiros procedem, ao ficarem em pé nos corredores, antes da abertura das portas. Proceder assim, também é falta de respeito, incomoda e é gafe.

Detalhe: no aeroporto ou na rodoviária se alguém perguntar: de que se vai viajar? A resposta não deve ser: ora, de avião! Ou ônibus! Isso é óbvio demais. Na verdade, o que a pessoa está perguntando é por qual empresa se vai viajar.

Para quem for viajar, assim, com educação: boa viagem e feliz retorno!

Assunto: Atitudes e Comportamentos, Gafes

Voltar
Etiqueta Social - Pronta para usar

JOSUÉ INDICA: