A Etiqueta Social e a Qualidade de Vida

Tera-Feira, 02 de Agosto de 2011
A Etiqueta Social e a Qualidade de Vida

Muita gente quando ouve falar em etiqueta social, equivocadamente, ainda pensa que frescura ou excesso de formalidade.
Os brasileiros, em geral, tm um comportamento excessivamente vontade em qualquer espao, ambiente e situaes. uma questo de educao, que deve ser treinada, estimulada, desenvolvida e sedimentada desde criana, em casa, na escola, no clube, etc.

Esse conceito (folclore) de que o brasileiro assim mal educado porque o povo mais alegre do mundo, s vezes, pura balela. Viajando por a, constatamos como vrios povos, mesmo com enormes dificuldades materiais, so alegres, simpticos e... educados!

Est na hora de pensar que este momento de mudar e melhorar o Brasil e, pode-se comear por voc, ou pela sua cidade, que podem se tornar a referncia e modelo nesse aspecto. Que tal cada um fazer a sua parte?

Para comear, simples. Comea-se associando o sentido da educao com o entendimento de que ela comea e termina com o exerccio do respeito. Na prtica, podem-se citar alguns exemplos de lugares e situaes:

Em casa: Aprende-se a usar palavras simples como obrigado, por favor, por gentileza, desculpe, amo voc, gostaria que..., etc. Aprende-se tambm a no gritar para ser ouvido, a explicar e a no agredir para ser respeitado.

Trata-se com educao, bondade e gentileza os pais, os filhos, os irmos e, com muito respeito, inclusive os empregados. A disciplina, to necessria para o resto da vida, treinada atravs de coisas simples, como manter as gavetas em ordem, os quartos organizados e o banheiro limpo aps o uso. A falta de pontualidade, grave defeito de adultos, pode ser corrigida, desde que a pontualidade seja treinada desde criana. O mundo afetivo, social e profissional, no futuro, agradecer! No se visita ou se telefona para residncias antes das dez horas ou depois das vinte e duas horas. Tambm no se visita ningum sem ser convidado e no se chega na casa dos outros em horrio de refeies.

Na escola: Chama-se professores de professores e no de tios, at porque eles no so irmos dos seus pais. Alis, a regra de respeito a todas as profisses: garom garom (no chefia, amigo, chapa, etc.) e assim por diante. Respeitam-se professores, funcionrios e colegas. No se apelida ningum com o objetivo de melindrar ou ofender. Aprende-se a respeitar filas e a viver em grupo.

Nas vias pblicas: No se jogam papis, objetos e detritos fora do recipiente apropriado (lixo)! No se leva o cozinho de estimao para fazer sugeira na cerca, na grama ou no poste do vizinho. Alis, quando for passear com seu cachorrinho leve junto a pazinha e o saquinho para limpar as fezes. Em vias pblicas e tambm na vida: seja discreto. Para sair do anonimato: trabalhe, crie, se esforce, ajude, aprenda, seja fraterno, agradvel, sincero, leal. No fim, tudo d certo!

No trnsito: Todo motorista, em princpio, conhece as leis e normas de trnsito, mas alguns persistem em no respeitar outros motoristas, limites de velocidade, semforos e locais de estacionamento. Dirigindo o seu veculo no se fala ao celular, no se buzina para dar oi, para irritar ou dar susto em algum. Os homens devem evitar atitudes machistas e preconceituosas, como perturbar e pressionar mulheres motoristas quando elas cometem algum deslize no trnsito.

E, por favor, quando se para no cruzamento e se espera o sinal abrir, este fato no obriga ningum a enfiar o dedo inteiro dentro do nariz para cavocar. Parece piada, mas impressionante quanta gente grosseira faz isso! Oras...

No elevador: Cumprimenta-se (bom dia, boa tarde, boa noite) e antes de entrar espera-se quem vai sair. Se voc tiver que ficar junto porta, saia do elevador para dar passagem a quem descer antes. Mencione para o ascensorista o andar que voc pretende ir, acrescentando a expresso, por favor, e ao chegar agradea.

Na academia: Faa o que foi fazer: condicionamento fsico! Parece brincadeira, mas srio. A sala de condicionamento no para fazer rodinha de amigos, ficar falando ao celular ou atrapalhando a concentrao das pessoas nos exerccios. Por questes higinicas, usa-se desodorante com odor discreto, evita-se camiseta regata e, durante a atividade, trocam-se cales e camisas quando muito suados. muito desagradvel ocupar algum aparelho ou apetrecho quando algum encharcado de suor o utilizou antes.

No trabalho: Concentra-se na atividade sem atrapalhar os colegas. No se usa roupas indiscretas, decotes, acessrios espalhafatosos, calados com saltos muito altos e barulhentos quando se anda. No se transforma a mesa e os balces de trabalho em jardins, enchendo o espao com vasinhos de flores. Atrapalha e, muitas vezes, causam graves acidentes em materiais e equipamentos profissionais. No se colocam fotografias pessoais, de familiares e outras paixes na tela do computador ou na mesa de trabalho. Casa casa, empresa empresa. Nada de fofocas. Trabalha-se!

No restaurante ou no bar: No se fala com a boca cheia, no se derruba copos ou garrafas, no se usa pratinhos como cemitrio, no se palita dentes, no se fica bbado!
No shopping: Respeita-se as filas, inclusive a do estacionamento. Fala-se com os funcionrios das lojas com respeito e educao. No se trata vendedores como se fossem empregados ou subordinados seus.

Nos cinemas e teatros: Parece bvio, mas pela freqncia com que se vem as pessoas agindo errado, talvez tenha que se insistir: respeitam-se filas e, na sala de espetculo age-se civilizadamente. Ou seja, no se atrapalha a ateno das pessoas com suas mastigaes, amassamento de pacotes de pipocas e guloseimas e conversas paralelas. O celular deve permanecer no bolso, estar desligado ou no vibrar, pois, at a sua luminosidade incomoda os espectadores e, no teatro, os atores. V-se e ouve-se celulares tocando at em igrejas. absurdo!

Vamos l? So poucas coisas, mas vo melhorar voc e o mundo. A humanidade agradece.

Assunto: Atitudes e Comportamentos

Voltar
Etiqueta Social - Pronta para usar

JOSUÉ INDICA: